Unifan-1230×130

Bastou uma derrota em um clássico para as cornetas começarem a soar. Grupos do Facebook e do Whatsapp estão recheados de críticas ferrenhas ao “treinador que não dá padrão para o time”, ou para jogadores que “não dão conta de jogar futebol” ou para a “diretoria que não sabe nem quantos lados tem uma bola”. Entendo que a existe uma sede por ver uma atuação com aplicação tática perfeita e desempenho técnico excelente, mas vamos com calma, amigos. Estamos falando somente do segundo jogo da temporada.

O treinador Hélio e sua comissão, incluindo o seu filho Guilherme, que esteve à frente do Goiás no clássico, nos levaram a permanência na série B. Se ele não tivesse chegado, certamente estaríamos iniciando o ano pensando na série C. Outro fator que me faz defende-lo no cargo é por ter ajudado a montar o elenco esse ano. Ele entendeu as fragilidades do elenco e pode apontar para a diretoria o que falta. O ultimo motivo é o aspecto moral e emocional. Hélio dos Anjos impõe a disciplina e sabe trabalhar a motivação do elenco, e quem não se adequar é sacado, como vimos com o Erick em 2015. E disciplina amigos, é fator fundamental para o sucesso.

Como dito anteriormente, também foram feitas críticas aos jogadores, principalmente pelo desempenho físico, algo que foge do meu entendimento. Cobrar excelência física de jogadores que não estão há um mês trabalhando demonstra no mínimo desconhecimento de futebol. Lembrando que o time do Vila Nova, que alguns torcedores esmeraldinos afirmam que se cansou menos e correu mais, esta com muitos jogadores da base que vinham se preparando para a Copa SP desde o ano passado. O aprimoramento técnico caminha lado a lado ao físico, e é visível que nos últimos 3 anos, esse é o time de melhor qualidade técnica.

No que diz respeito a diretoria, por mais temeroso que eu esteja em relação à esta, ainda não encontro motivos para críticas. Foi colocado um entendedor de futebol no cargo da direção de futebol. As contratações foram pontuais, de jogadores com experiência e destaque na série B, como os meias Rafinha e Giovanni e o atacante Lucão. Temos dois jogadores com rodagem pela série A para atuar na lateral direito e um volante que foi líder de desarme da Série B no ano de 2017. Outro fator louvável é a maneira como o Marketing continua trabalhando arduamente, entendo que é fundamental reaproximar clube e torcida para que o time tenha o apoio necessário.

Por mais que nosso desejo seja iniciar o ano vendo o time voando, precisamos não esquecer duas coisas: Nenhum trabalho atinge o ponto alto do dia pra noite e o Campeonato Goiano não é o nosso objetivo esse ano. Claro que nenhuma derrota tem gosto doce, mas talvez precisássemos não vencer esse jogo para apontar onde precisa ser trabalhado. Talvez uma vitória larga, um campeonato invicto, nos levaria aos mesmos erros dos últimos três anos. O ano começou de 2018 começou diferente, e essa derrota nos mostra isso.

Boa sorte Goiás!

lucas
lucas
Autônomo , pai e esposo apaixonado pelo Goiás.

17 Comentários

  1. GuilhermeH disse:

    Quando o Goiás ME PAGAR SALÁRIO como faz com as mídias verdes, aí eu cessarei minha corneta.
    Enquanto eu tiver que TRABALHAR DURO pra pagar minhas próprias contas, eu vou cornetar o quanto eu achar necessário.

  2. Pedro Baiocchi disse:

    Futebol não tem muito segredo e duas partidas são mais do que suficientes pra saber quem é quem… e do que foi mais mostrado até agora só se aproveita o Rafinha, jogador incisivo e agressivo!

    Quanto as cornetas, eles deveriam é soar bem alto e bem forte nas orelhas desses dirigentes acomodados e despreparados para fazer o Goiás grande de novo! Mas esse texto reflete bem como é a torcida do Goiás, principalmente nos inícios de ano! Ano passado foi do mesmo jeito, o caminho estava certo, contratações pontuais, vamos ter paciência, tem que esperar, bla bla bla…

    • Joel Correia de Souza disse:

      CONCORDO, E JÁ VIMOS QUE O HÉLIO NÃO DA CONTA!

    • Pericles disse:

      Faço das palavras do Pedro as minhas.
      Torcedores como esse Lucas nao ajudam em nada. Ter de aturar(e defender) um técnico ultrapassado como Helio dos Anjos é dose.
      Amigo, nós nao caímos porque os 4 últimos da B nao ganhavam de ninguem. Veja o aproveitamento do Helio e tire suas conclusoes!

  3. Leone Bento vieira disse:

    Se a torcida não cobrar meu quem perder pra esse time que não deu conta de ganhar do Iporá tamo ferrado presságio de mais um ano de vexame os mesmo erro mais a presidência e a mesma médico vai dar o mesmo resultado o cara fica cuidando do hospital e Goiás largado e pior que vai ficar três anos serie c á vista com tanta incompetência e o pior é que vão acabar com a verba da tv se não subir aí será o fim do clube com dinheiro não dao conta imagina sem

  4. Rodrigo Prego disse:

    O problema do Goiás não é preparação física. Não temos diretoria competente e com objetivos (refiro-me aos objetivos de conquistas, títulos expressivos em campeonatos importantes); Não temos treinador e comissão técnica ousada e atualizada, que coloque o time pra frente e agrida o adversário; Não temos jogadores (ressalva ao Rangel)… Enquanto os pinheiros estiverem no Goiás, vai ser sofrimento… o outro time vermelho também é fraco, mas sinceramente, melhor que o nosso.. #forapinheiros

  5. Fernando disse:

    Meu Deus, que texto é esse…

  6. Márcio Rosa disse:

    Você faz um comparativo na parte física, entre os jogadores do time da caixa d’água que estavam na copinha e os jogadores do Goiás, cujo os primeiros, estão bem, porque estavam se preparando a mais tempo, ora, isso é mais um motivo para criticar, pois onde ja se viu, perder para um time, onde a metade era da base? Nossas críticas são fatos reais e não vi nenhuma especulação, em nenhum texto. Sou torcedor do verdão a 40 anos e o Goiás está no seu pior momento, não iremos calar. Essa diretoria é medíocre, esse gerente de futebol Tulio não sabe nada dessa profissão e o Harlei paneleiro é quem manda em tudo, sendo o puxa saco preferido do dinossauro HP. Não é brincadeira, o Goiás corre o risco de ir a falência em 2019, caso não suba a série A esse ano.

  7. Carlos Antônio de Souza disse:

    É… eu imagino que o menino Lucas ou tem muita paciência ou viu e está comentando outro jogo. . .

    Lucas, eu vi dois times em campo, um com muita garra e vontade de vencer e pior… pena que essa não era o nosso Verdão.

  8. Emilio Carlos Leao Veloso disse:

    Prefiro cornetas agora do que lágrimas mais tarde por omissão.

  9. Se o Helio sabe trabalhar o emocional dos atletas e colocar vibração no time, tenho a impressão que ele não esteve nos últimos dias a frente do elenco. Se tem uma coisa que faltou ontem, foi garra, tesão, vergonha e vontade de vencer. Contudo, devo concordar com sua opinião sobre a importância da derrota. Nosso querido, amado Hailê, só tem dois objetivos com o Goiás. Um deles é financeiro, o outro estar sempre a frente do Vila Nova. Quem sabe a derrota para um arremedo de time, que empatou com o Iporá em casa, cause alguma turbulência pros lados da Serrinha e os homens arrumem a casa, enquanto há tempo.

  10. Fábio disse:

    Um time do tamanho do Goiás não pode se perpetuar com erros comuns! A nossa sorte ontem foi que o Goiás tem um único jogador que capaz de ser titular no time! O goleiro Marcelo ! O resto são jogadores comuns! Treinador ruim! Ah salvou time em 2017! Salvou de que mesmo? Cai a terceira divisão talvez fosse o lugar do Goiás merece com os times, treinadores,diretoria e panelinhas dos últimos 5 anos! Ou busca aprender com seus erros ou 2018 será 2017. Agora perder até no preparo físico e raça pro vila aí e pra acabar os piqui de Goiás! Agora aos apaixonados pelo Hélio e vcs pegarem os dados e vídeos e conseguir me mostrar …..Uma jogada ensaiada ….alguma jogada na linha de fundo cruzadas pelos laterais…..Uma jogada de criação do meio colocando outro jogador em condição para marcar……O time é pesado lento não temos jogadas em velocidade! Nossas jogadas são previsíveis! Zaga sai jogando só no balão! Time fraco…Treinador fraco….E uma diretoria que até agora não disse a que veio.

  11. Jose Silva disse:

    Respeito seu comentário. Mas acho que você viu outro jogo. O billa com jogadores comum colocou o verdão na roda. Ex treinador Hélio ultrapassado.

  12. CESAR PETRI disse:

    AGORA CONCORDO QUE UMA DERROTA PRO MAIOR RIVAL E NO INICIO DO CAMPEONATO POSSA SERVIR DE DE DIVISOR DE ÁGUAS A PARTIR DE AGORA, MAS ISSO ACONTECEU NOS ÚLTIMOS ANOS, E ELES NÃO APRENDERAM A LIÇÃO, PELO CONTRÁRIO, ERRARAM AINDA MAIS.

  13. CESAR PETRI disse:

    DESDE 1975, EU DIGO E COBRO O QUE FOR NECESSÁRIO PRA O NOSSO VERDÃO ESTAR SEMPRE BEM, NÃO SEI SE ADIANTAM AS MINHAS CRITICAS OU AS CRITICAS DE MEUS BROTHERS VERDES. O HELIO DOS ANJOS JÁ TEVE O SEU APOGEU, MAS PASSOU, HOJE NÃO E TECNICO DE UM TIME QUE ALMEJA CONQUISTAS, E A PRINCIPAL NO MOMENTO O RETORNO A SERIE A. CRITICAR POR CRITICAR NÃO, MAS AS NOSSAS CRITICAS ESTÃO EMBASADAS NO QUE VEM ACONTECENDO HÁ MUITO TEMPO NO NOSSO AMADO VERDE. COBRAMOS SEMPRE PLANEJAMENTO, INTELIGENCIA, PROFISSIONALISMO E GANA DE VENCER, CONQUISTAR E NAO SÓ PARTICIPAR, TEM MUITA COISA ERRADA NO REINO VERDE, JÁ SOFREMOS MUITO NOS ÚLTIMOS ANOS, OU SERÁ QUE PARTE DA TORCIDA E NOSSO DIRIGENTES ACHAM QUE GANHAR CAMPEONATO GOIANO É O SUFICIENTE ?

  14. EMILIO CARLOS LEAO VELOSO disse:

    CRITICAR É NECESSÁRIO….COBRAR SIM….ACHAR QUE PERDER PARA O VILA TA TUDO BEM ????
    VAI QUERER CONTRATAR NO FIM, PARA NAO CAIR?
    TIME RUIM,,,,,,,TEM UM QUE ENTROU NO SEGUNDO TEMPO COM A 15, QUE NITIDAMENTE ANDAVA EM CAMPO, ……
    GOIAS ESTA DE NOVO COM UMA BASE HORRRIIIIIIVEL…..
    LINHA PARA O SENHOR LEO SENA….NÃO DA CONTA DO RECADO

  15. Gilberto Barros Vieira disse:

    Respeito muito sua opinião; mas o problema da preparação física vem de muito tempo. Quando a qualidade do elenco, realmente nas laterais não podemos criticar. Até porque não jogaram ainda. Agora, Rafael Silva e Giovanni são conhecidos de longas datas e para mim são jogadores comuns, para não falar ruins. Maranhão idem. De bom mesmo para mim só o Rafinha. Finalmente você vai me desculpar mas o Hélio é muito ruim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *