Unifan-1230×130
aguia-1
kart-passeio

 

Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás E.C.

Sou um entusiasta do futebol. Gosto de assistir, analisar, discutir e participar escrevendo sobre. Acompanho bem de perto o que posso, e gostaria de abrir espaço para ressaltar a importância do Fábio Carille no Corinthians, hoje líder da Série A com 7 pontos de vantagem para o segundo colocado, Grêmio. Trazendo as palavras de Tostão para sua coluna da Folha de S. Paulo “Fábio é um treinador muito bem informado, sensato e lúcido nas entrevistas e na conduta”. Entendeu as limitações de um time de “operários” e armou um esquema onde pudesse ser eficaz, e os resultados apareceram.

O sucesso no futebol está intrinsecamente ligado a comando. Trarei a lembrança o exemplo mais escancarado que temos hoje: TITE! O treinador da seleção brasileira manteve a espinha dorsal de Dunga, trazendo de volta algumas peças fundamentais para agregar qualidade. Mas o que realmente mudou foi a postura de quem está à frente. Tite é um verdadeiro comandante, que trabalha tanto a parte tática e técnica, mas também dá ênfase ao psicológico, que na minha opinião é a linha mais tênue do futebol contemporâneo. Os jogadores não foram educados para receber quantias fora do padrão nacional, para serem mimados e se acharem no direito de jogar como profissionais ou não.

Digo com clareza, indubitavelmente Silvio Criciúma consegue trabalhar o psicológico dos jogadores, se tornando amigos, parceiros. Mas o que também é claro, é o despreparo, principalmente na parte tática. Temos a segunda pior defesa do campeonato. Um time comandado por um zagueiro, talvez o maior da história do Goiás, não pode se permitir ter um time tão mal postado defensivamente, com tantos buracos na proteção da zaga. O nosso time se limita a defender mal e colocar a bola nas pontas para o Carlos Eduardo se virar na correria. Precisamos ter definições, padrão de jogo.

Outro ponto negativo é o apego com certos jogadores. Entendo o desejo do Silvio de fazer o jogador render, mas como foi demorada a saída do Léo Sena do time. Quantos erros foram necessários, quantos jogos mal jogados? Infelizmente, em um esporte tão dinâmico, um só jogador pode atrapalhar todo um trabalho. A entrada de Elyeser foi tardia. Também não consigo entender como o Victor Bolt continua titular neste time. Mesmo com ausência do William, se faz necessário encontrar uma solução para a saída do jogador, que não só compromete tecnicamente como foi no jogo contra o Vila, mas que também tem uma postura inadmissível, de desrespeito total ao seu colega de profissão. Acredito ser o jogador mais temperamental e maldoso que já vi passar por aqui. Tento acreditar que assim que disponível, Fábio Sanchez e Bruno Aguiar serão titulares, mas o histórico de apego é tão grande que ainda temo mais uma chance pro erro dessa zaga atual.

Acordamos, na manhã fria de 04/07/2017, noticiados a respeito da atitude dos jogadores pedindo mais uma vez a permanência do Silvio como técnico, e foram atendidos, escancarando assim que não falta só comando à beira do campo, mas também em nível de direção. Dirigir, gerir um clube não é uma brincadeira ou se abre concessões para agradar uns e outros. Semelhante a uma empresa, o sucesso só é atingido quando decisões corretas, eficazes, são tomadas, mesmo que isso desagrade a alguns. Jogadores não podem se achar no direito de manter ou derrubar treinadores. Para o tão sonhado e tão difícil acesso, atitudes precisam ser tomadas a nível de calamidade pública, ou então, continuaremos no processo de “apequemento”, agradando a alguns e esquecendo quem realmente somos (ou éramos): O maior do Centro Oeste, temido por todos no Serra Dourada!

6 Comentários

  1. Eric disse:

    Saudades de suas ultimas palavras! #lucaswaraujo.
    Você esta coberto de razões resumiu todo o problema do nosso time! So poderia ter melhorado lembrando que nossa diretoria e amadora! Como o Leo sena, Bolt, (Felipe Macedo que graças a deus foi embora ).
    Esses mesmos jogadores eram tidas revelações que foram “queimadas” tento a responsabilidade de segurar a peita do maior do centro oeste!

  2. Edson Portella disse:

    Caraiiii!! Esse é meu gordinho

  3. Eliseu disse:

    Boa Lucas.
    Torço p/ o VERDAO há 38 anos, acompanhei momentos gloriosos durante esta trajetória.
    Estou a 35 anos numa das maiores empresas mineradoras do planeta.
    Alguns pontos essenciais p/ o sucesso:
    1- Gestão por competência
    2- Planejamento
    3- Ser equipe
    4- Liderança
    5- Talentos,…
    Há semelhança com nosso Goiás?
    Nos faltam alguns destes atributos?
    Nosso time é profissional e como tal tem que ser tratado.
    Recursos para investir temos, hoje estamos gastando, o que não garante retorno.

  4. É triste a situação atual do GEC., mas ela é reflexo da má gestão do Sérgio Rassi, cheia de improvisações, falta de planejamento, profissionalismo e competência. Essa conversa de colegiado é uma piada de mal gosto, pois como diria meu velho e falecido pai, aldeia que tem muito cacique dando palpite, índio não obedece ninguém, e esse arremedo de diretor de futebol que não consegue contratar nem jogador de time pequeno de Pernambuco. Sérgio Rassi, acorda, 2017 já era, foi pro brejo, o negócio agora e lutar para ficar na série B. Para 2018, faça planejamento de verdade e com antecedência, contrate um DIRETOR DE FUTEBOL, de verdade, e um TÉCNICO que consiga se impor sobre esses jogadores boleiros que existem no futebol brasileiro. Chega de sofrimento, não dá mais Sérgio Rassi, Tomé uma atitude de verdade, seja presidente, agora se vc ver que não dá conta, sai enquanto é tempo, não afunde o GEC mais ainda, pois sua biografia vai ficar marcada como o pior presidente que o GEC. teve na sua história.

    • Roberto disse:

      Exagera não amigo, estamos a 5 pontos do 4° colocado, a série B tá muito nivelada, se o Goiás emendar umas 3 vitórias consecutivas como fez esses dias já vai estar lá nas cabeças novamente. Acredito que subimos.

  5. GRANDÃO disse:

    BOA LUCAS BATISTA, Isso sim é um pouco do que o Goiás E. Clube precisa, gerência e atitudes pra mudar o rumo das coisas, mas, não temos pessoas que tenham coragem de fazer isso e desagradar o todo poderoso HP, sonhamos e esperamos que isso aconteça um dia desse qualquer.

    Quanto aos jogadores, veremos ainda mtos sendo escalados por indicações e apadrinhamento de empresários e tals .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *