Goiás consegue importante vitória fora de casa.

Unifan-1230×130
aguia-1
kart-passeio

O Goiás foi a Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso e conseguiu uma importante vitória sobre o time da casa, o Luverdense, por 2 x 1, gols de Alex Alves e Aylon, ainda no primeiro tempo. Moacir descontou para o time da casa. Com o resultado o time esmeraldino se afasta de vez da zona de rebaixamento e ganha mais tranquilidade para trabalhar nessa reta final da competição, faltando agora sete rodadas para o final da Série. Com mais duas vitórias, o Goiás se mantém matematicamente na Série B para o ano que vem.

O Goiás foi a campo com duas alterações, com Jefferson no lugar de Carlinhos, suspenso, e Aylon, no lugar Nathan, como opção tática do treinador.

A partida começou movimentada, com o time da casa partindo pra cima logo no primeiro minuto. Moacir recebe na área do Goiás, cara a cara com o goleiro, mas bateu para fora. Na sequência o Goiás mostrou que não ia ficar na defensiva e chegou com Carlos Eduardo. O atacante recebeu na entrada da área do Luverdense e bateu de canhota, parando na defesa do goleiro Diogo Silva. Ainda aos 06 minutos, o Luverdense chegou de novo com perigo. Em cobrança de falta pela direita, quase um escanteio, a bola foi direto para o gol e exigiu a defesa de Marcelo Rangel, que mandou para escanteio. Aos 08, Carlos Eduardo entra na área pela direita e bate com perigo, mas a bola a vai para fora. No lance seguinte, aos 09, o Goiás abriu o placar. Léo Sena toca para Aylon pela direita, que cruza para a área e encontra Alex Alves, que de cabeça fez 1 x 0. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

O Luverdense respondeu com Alfredo, após contra-ataque pela esquerda, ele bateu forte e a bola cruzou a área com perigo. Em resposta, o Goiás ampliou, aos 19. Aylon recebeu lançamento na área e deu um tapinha para tirar do goleiro Diogo Silva e marcar o segundo. Como o jogo era lá e cá, aos 22, Moacir recebe na área do Goiás, pelo lado esquerdo, e tocou por cima do goleiro Marcelo Rangel para diminuir o placar. Mas o Goiás não se intimidou e aos 25, após cobrança de lateral de Pedro Bambu para a área, a bola sobrou para Júnior Viçosa que quase marcou o terceiro, mas finalizou para fora. O Luverdense ainda chegou com perigo aos 27, aos 40 e aos 42, mas parou nas defesas de Marcelo Rangel, que garantiu a vitória parcial do Goiás no primeiro tempo.

O segundo tempo começou com o Luverdense pressionando novamente. Aos 04, Rafael Silva bateu da entrada da área e exigiu nova defesa do goleiro Marcelo Rangel. O Goiás tentava cadenciar o jogo e só chegou com perigo aos 09, quando Jefferson recebeu pela esquerda e bateu de primeira. A bola saiu com efeito e passou perto do gol do Luverdense.

Aos 16 minutos, o Goiás perdeu o volante Victor Bolt, expulso por levar o segundo cartão amarelo por falta em Sérgio Mota, no meio campo, deixando o Goiás com um a menos em campo.

A partir daí foi só pressão do time da casa. O Goiás até chegou com Nathan, aos 26, mas o atacante pegou mal na bola e facilitou a vida do goleiro Diogo Silva. Na sequência, foi grande a pressão do Luverdense, mas a equipe matrogrossense não teve força e nem capacidade técnica para vencer a defesa do Goiás, que conseguiu segurar a bola na frente com um a menos. Final de jogo Luverdense 1 x 2 Goiás. Mais uma vitória do Esmeraldino, que hoje, além da segurança de seu goleiro e a eficiência nas jogadas de ataque, contou com um pouco de sorte.

Léo Sena e Elyeser estão se firmando no meio campo e Carlos Eduardo tem sido importante nos contra-ataques. Hélio dos Anjos mais uma vez foi feliz com seu esquema de jogo e parece que tem o comando do time, que é limitado e continua sem aquele brilho de time vencedor. Porém, valeu pela eficiência e pelo três pontos conquistados. Que continue assim.

O Goiás chega aos 41 pontos e mantém a 10ª colocação na tabela. A vantagem é que agora o Verdão abriu seis pontos de diferença para o Luverdense, que é o 17º colocado, e tem muita gente atrás dele que também tem de se preocupar com o fantasma do rebaixamento, que no caso esmeraldino já é quase um problema superado. Falta confirmar matematicamente. O time só volta campo no próximo sábado, quando enfrenta o Guarani, no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA – 31ª RODADA DA SÉRIE B – 2017

LUVERDENSE 1 X 2 GOIÁS

Local: Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT)

Data: 21 de outubro de 2017. Horário: 21h00.

Árbitro: Braulio da Silva Machado. Assistentes: Helton Nunes e Henrique Neu Ribeiro, todos de Santa Catarina (SC).

Gols: Alex Alves e Aylon pelo Goiás. Moacir, pelo Luverdense.

Cartões amarelo: Marcelo Rangel, Jefferson e Victor Bolt, pelo Goiás. Aderlan, Eduardo, Ricardo e Sérgio Mota, pelo Luverdense.

Cartão vermelho: Victor Bolt.

GOIÁS: Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Fábio Sanches, Alex Alves e Jefferson; Victor Bolt, Elyeser, Léo Sena (Péricles) e Aylon; Carlos Eduardo e Júnior Viçosa (Nathan). Técnico: Hélio dos Anjos.

LUVERDENSE: Diogo Silva; Aderlan, Negueti, Willian e Paulinho; Ricardo, Moacir, Marcos Aurélio (Rafael Ratão), e Sérgio Motta (Léo Cereja); Rafael Silva e Alfredo (Eduardo). Técnico: Júnior Rocha.

15 Comentários

  1. Esmeraldino Capixaba disse:

    Podem falar o que quiserem sobre o professor Hélio dos Anjos… sei que muitos o consideram “atrasado”, “ultrapassado”, “paneleiro”, etc; eu só digo uma coisa: ele pode ser tudo isso… mas é um cara que entende a boleiragem e salvou o Goiás do maior desastre de sua história!
    Respeitem esse cara!

    • Carlos Antônio de Souza disse:

      Só existe Salvador da Pátria, quando essa Pátria está vem um buraco profundo. E quem meteu o GEC nessa roubada todos sabemos bem!!!

      Jogadores paneleiros, frutos de contratações mal feitas, diretoria apaniguada dos Pinheiros, e estupidamente incompetente!!!

      O Hélio no momento é o homem certo para o lugar certo!!!

      Mas, um novo Goiás tem que renascer!!!

  2. Aecio disse:

    Concordo com o comentário como exemplo de Hitler… Atualmente estamos entre pao e circo …. Devemos continuar indignados e cobrando melhoras pois caso contrário continuaremos achando que somos o maior do centro-oeste diga de passagem somos na história na atualidade somos soados pelos adversários que até 5 anos atrás eram nossos eternos fregueses ISSO EH CIRCO
    saímos do Z 4 e não iremos cair pra série C ISSO EH O CIRCO nossa autoestima melhorou assim como os resultados mas ontem não perdemos Pq são coisas do futebol
    Vamos cobrar profissionalismo em nosso futebol do GEC pois caso contrário teremos Alex Alves como nosso capitão em 2018 pra mostrar que a palhaçada continuará com os HP

    • Carlos Antônio de Souza disse:

      Para o time atual Hélio é o cara!!! Mas para um time melhor qualificado, um time de Série “A”, todos sabemos que essa não é a praia do Hélio!!!

  3. Carlos Antônio de Souza disse:

    Inicio meu comentário citando um exemplo que Adolf Hitler apresentou em uma reunião do partido nazista:

    Hitler levou uma galinha para a reunião do partido nazista. No auge da reunião ele imobilizou a galina e começou a depenar a ave viva, que debatia violentamente, mas seu carrasco sem dó nem piedade, tirou-lhe até a última pena.

    Toda dolorida a coitada da ex penosa foi solta no recinto fechado, e seu algoz começou a jogar os pequenos grãos de milho ao chão e andar se distanciando da coitada da galinha., que mesmo sangrando seguiu a mão que a alimentava.

    Então Hitler disse aos nazistas: “estão vendo? esse é o mesmo comportamento do povo, que mesmo apanhando do seu governante, por um pouco de comida continua sob o seu julgo!”

    O exemplo acima se encaixa perfeitamente com o que está acontecendo com parte da torcida esmeraldina, pois escapar do rebaixamento na série B, e ainda fazer elogios aos FDPs que nos fizeram passar por essa vergonha, é coadunar com o exemplo dado por Adolf Hitler.

    Elogiar esse pessoal que tanto tem nos envergonhado, é correr atrás de insignificantes feitos!!! É se ajoelhar para quem só nos tem maltratado!!!

    Viva um Goiás livre!!!

    Viva um novo Goiás!!!

    • Kassio Ricardo disse:

      Esse não foi o caso dos torcedores esmeraldinos; que estão elogiando o Hélio dos Anjos e apenas ele, que é claro não tem nada haver com todas essas pataquadas que fizeram com o Goiás EC!!

  4. Gilberto Barros Vieira disse:

    Alegre e tristeza ao mesmo tempo: alegre pela vitória e triste pela incompetência do dr. Rassi e cia. Faltou um bom centro avante, um bom lateral, um meia de criação e finalmente é um zagueiro que sabe zaguerar; mas vamos que vamos, meu amor pelo verdaooooooo é eterno.

  5. Parabéns a torcida que foi a Lucas do Rio Verde , e mais uma vez obrigado HELIO DOS ANJOS por nós salvar da série C .. Ele sabe recuperar jogadores e descobrir novos talentos. Só falta ele recuperar o Junior viçosa e fazer apenas um gol em 8 rodadas kkkkk

  6. Márcio Rosa disse:

    Marelo Almeida não fez nada, porque o time é o mesmo, é ameba pau mandado do HP, assim como Sérgio Rassi. Toda glória ao professor Hélio dos Anjos, que apesar de não ser um grande técnico, passou óleo de peroba na cara desses come e dorme , pra pegar brilho de homem e conseguiu implantar uma metodologia simples, se não tem técnica, vai na raça. Antes o time do Goias entrava em campo com sono, morto, agora entra vivo, com vergonha e brilho na cara. Agora fica uma pergunta, pra quê colocar esse bruto do bolt no time? Esse lutador de MMA, ainda vai colocar tudo a perder uma hora, ontem quase ele conseguiu estragar a evolução do time. Sábado estarei no serra contra o Guarani, a luta não acabou.

    • JOP disse:

      Márcio Rosa,
      Mais uma vez seu comentário foi preciso. Não mudo uma vírgula.

    • Edecio disse:

      Apenas para debater, acho que com Rassi seria terceira divisão, o cara era muito pé frio, não acompanhava de perto os treinos, vivia pela europa e quando chegava queria falar grosso. Mesmo se Marcelo Almeida não tivesse presente no dia-dia, se não tivesse mexido na área de marketing – afastando a vilanovense e fazendo promoções, se não tivesse excluído Lucindo, se não tivesse acabado com o time B, enfim, mesmo se não tivesse mudado a filosofia de trabalho e aglutinado todos os setores, ainda assim, teria o mérito de ter sido o responsável pela contratação do Hélio. O pior presidente cornetou e demitiu Hélio em 2015 quando o time estava fora do Z4 e a frente de Flamengo e Vasco, contratando Julinho Camargo.

    • Leonardo Marques disse:

      Concordo com o Edecio. Em pouco tempo o Marcelo Almeida já provou que mesmo sendo aliado dos Pinheiros dá pra fazer diferente (melhor seria se fosse independente dos Pinheiros). Marcelo Almeida tem sim os seus méritos, principalmente na reaproximação com o torcedor.

      • JOP disse:

        Em nome do bom debate, concordo com o Marcio porque entendo que essas mexidas (todas óbvias pra nós) foram definidas em comum acordo pela máfia Pinheiro e seus comparsas (que inclui o Marcelo Almeida).
        Depois de enfiar o time no buraco mais fundo da história, não restava outra coisa a não ser tirar os extremos da incompetência (Rassi e Lucindo) e trazer um técnico com autoridade pra por o bando de jogadores folgados pra trabalhar pelo menos um pouco.
        Não sejamos ingênuos. Alguém tem alguma dúvida que o Marcelo Almeida é mais um que segue à risca a cartilha do HP?

  7. Edecio disse:

    Heliao, 7 jogos 5 vitorias 1 empate 76% aproveitamento. Marcelo Almeida arregaçou as mangas e salvou o Verdao do pior vexame da sua historia. Parabens !!!

  8. Torcedor Pilhado disse:

    Parabéns Verdão! Foi sofrido mas valeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *