Ney Franco dá sua opinião sobre a vitória do Goiás diante do Londrina

Unifan-1230×130

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC

Em entrevista coletiva, o técnico Ney Franco falou sobre a vitória do Goiás diante do Londrina, válido pela Série B do Campeonato Brasileiro. O treinador vibrou com a evolução de sua equipe, mas deixou claro, que cobra pés no chão de seus atletas.

“Estamos vindo de uma sequência de três ou quatro jogos muito bons, mas ainda temos muito a ser feito. Nosso campeonato vinha sendo ruim, mas a equipe se ajustou e estamos indo bem”, diz.

Questionado sobre o crescimento de seu time, o treinador acredita que se o time mantiver essa evolução na Série B, o time se aproximará naturalmente do topo da tabela. Mesmo assim, o treinador quer ir um passo de cada vez e enalteceu as forças do clube.

“O Goiás é um time de Série A, mas não adianta ficar falando de Série A se estamos na Série B. Se não nos conscientizarmos, não vamos a lugar algum. Temos que alinhar parte física, técnica e disputar a competição do jeito que temos que competir. Estamos nos encontrando, trabalhando melhor a bola, rodando e temos muitos jogos pela frente. Temos que jogar muito mais”, completou.

felipelemos
felipelemos
Jornalista formado, Social Media e Radialista, tenho 28 anos e estou no Portal Esmeraldino.com desde 2013 cobrindo o Goiás. Com passagens pelos sites: CalcioNews24.com(Itália), Torcedores.com. Contato: felipe.fornielles@gmail.com

4 Comentários

  1. Roberto Wagner disse:

    Com esta para de uma semana, tem tempo para organizar as jogadas de ataque e melhorar o posicionamento da defesa.
    O preparo físico é fundamental no time, só foi melhorar um pouco que o futebol começou a aparecer.
    O Thiago Luis com o preparo bom, vai voltar a jogar o que jogou no campeonato goiano.
    O Michael tem que ser orientado quanto a cruzamentos e chutes paro o gol.
    Ele é muito veloz e dribla bem, porém tem que aproveitar melhor os lances em que ele livra do marcador e erra o passe seguinte.

  2. carlos disse:

    queria entender a paixão do ney franco no felipe garcia, todo final de jogo esse sujeito vai entrar? eles são parentes, esse cara não acrescenta em nada, só entra pra pegar o bicho? Esse é o problema do goias, num sap paulo da vida, num flamengo, um “atacante” que perde dois gol em 3 minutos como esse individuo errou é dispensado do elenco no vestiário, arrumam um jeito de emprestar pra algum time, agora no goias o cara tem nova chance. o time tem um saldo de gol horrível (um dos meios de desempate) e fica com porrinha, carlos e esse felipe garcia errando caminhão de gols.

  3. Márcio Rosa disse:

    Estou muito otimista, ao mesmo tempo receoso. Sabemos que o Harlei paneleiro comanda tudo de fora, abonado pelo Haile Pinheiro, mas se essas duas peças de museu deixarem o Ney Franco trabalhar, acredito que poderemos sonhar.

  4. Mirosmar Cardoso disse:

    O grande problema do Goiás é que ele arrasta em campo, é notória a falta de preparo do time! O Lucão ontem tava pra cair em campo e não levantar mais. O Geovane não suporta dois tempos, a zaga não se encontrou, então a maioria tá assim! Precisa o time todo correr 10 km todos os dias , mas não é em volta do campo, porque aquilo é muito mentiroso, que daqui dois meses ninguém alcança o Goiás!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *