Caros, amigos esmeraldinos, o fatídico e decepcionante ano de 2016 que tinha tudo para ser nossa redenção, nossa volta por cima acabou se tornando apenas mais um capítulo da novela “O que fizeram com meu Goiás?”. Um ano, até aqui, para ser esquecido pela grande e apaixonada nação esmeraldina. Um ano onde ganhamos o Goianão nos pênaltis contra o poderoso Anápolis, a Copa do Brasil foi um fiasco (prefiro nem lembrar) e a série B até aqui horrorosa e humilhante para os padrões esmeraldinos. A diretoria deveria aproveitar essa parada para as olimpíadas e fazer um limpa no elenco e comissão técnica. Eu faria um limpa também na direção, mas isso é sonhar muito, né? O Goiás precisa urgentemente de alguém com pulso firme (que, definitivamente, não é o Rassi ou o Condé). Por isso é hora de renovar, planejar e investir. Dinheiro tem! Ou se gasta agora, se muda agora ou corremos sério risco de cair pra série C! Já imaginou, esmeraldino? Temos que manter um ou outro atleta que “vingou” nessa temporada e contratar jogadores com qualidade, comprometimento e, acima de tudo, respeito à gloriosa camisa esmeraldina e tirar as frutas podres, os chinelinhos, os boleirões e os paneleiros.

Oktos

Já passou da hora também, de fazer uma renovação brusca e necessária no setor diretivo do clube, mas isto infelizmente não vai acontecer tão cedo. O Goiás necessita de um novo presidente e porque não dizer de um presidente novo! Um jovem, arrojado, que pense grande e aja como um verdadeiro gestor. Com pulso firme. Um presidente que tenha ambição por títulos e faça do Goiás um time grande, de novo. Uma pessoa com idéias inovadoras e sem medo de colocá-las em prática. Enfim uma pessoa com atitude de vencedor que nos tire dessa “mesmice” dos últimos anos, onde tivemos várias “Rainhas da Inglaterra” na presidência do Goiás. “Paus mandados” do atual presidente/dono do Goiás. Não podemos ficar à mercê de apenas uma pessoa. Um senhor que já deu o que tinha que dar. Com idéias e ideais ultrapassados, sem mais nenhuma ambição na vida. Um acomodado.

Chegou, ou melhor, já passou da hora de fazer uma faxina geral no Goiás, começando pela presidência, passando pela diretoria e terminando nos jogadores. É hora de renovar, inovar, planejar, investir, para que esse pesadelo pelo qual estamos passando não se prolongue por mais um longo ano.

Saudações Esmeraldinas.

0 Comentários

  1. Fernando disse:

    Rylber, acho que você tem que ser um cara mais atento. Cada presidente tem um tipo de gestão. O SR quando assumiu a presidência, a meta dele é e era exclusivamente sanear o clube, e isso ele fez com muita excelência. Acho ruim das pessoas não reconhecerem isso. Ele pecou ano passado por ter tido um elenco mercenário que entregou x jogos e quando resolveram jogar, ou tentar, já era tarde. Esse ano, ele tentou acertar, errou, mais tentou acertar. Acertou em contratar um profissional do futebol para ser o gestor da área, e trouxe um técnico que 99,9% da torcida queria ele de volta e achavam que ele seria o milagreiro. Errou em confiar no ximenes e no enderson, de dar carta branca aos 2. Os dois fizeram o que quiseram, e não deu certo. más não podemos de deixar de citar que o presidente, que não entende de futebol e sim de finanças, errou tentando acertar.
    Poucos torcedores conhecem o dia-a-dia do clube, uma pena pois se conhecessem iram ver o tanto que o clube está se atualizando. más nem Jesus cristo agradou a todos, quem dera um presidente, que sim, não intende de futebol, mais que também nao foi eleito para montar um time campeão, e sim sanear o clube. Sou torcedor, apaixonado, fico muito triste de ver o time nessa situação, só que tambem sei reconhecer os esforços das pessoas, e tbm das pessoas que não se esforçam. Nossa torcida é fraca, essees jogadores sem carater, sem vontade, sem garra, sim, eles deveriam sofrer a pressão, queria ver se fosse no curintians se a torcida ja nao tinha barrado eles na entrada do ct. Más agora vamos lá…. tufão está de volta e acretido que AGORA VAI

  2. Murilo disse:

    Belo texto!
    Eu vou mais longe, Hailé Pinheiro precisa ser tirado de lá de dentro nem que seja na base de pontapés. Não justifica ficar no poder por tanto tempo, ele está lá por outros motivos pessoais, e quem pensa um pouquinho sabe muito bem disso. O mesmo motivo que políticos não largam o osso.

  3. tales disse:

    belo texto, porem que falta no nosso goias é a chamada oposição, não digo uma oposição que chegue e tome o poder, mais alguém pra ser um chato, cobrar os que la estão a décadas e não produziram absolutamente nada de relevante nos últimos anos, que vejo no verde e um clube acomodado desde da sua direção (leia-se concelho, sócios, abnegados, funcionários etc…), o Goias e um clube com estrutura de primeiro mundo mais com a ambição de um time de terceiro.

  4. Felipe disse:

    Por que o Harlei diz o contrário? O Harlei diz que vai esperar os estaduais se encerrarem para contratar os “bons jogadores” e o Rassi diz que ja vai reforçar o Goiás. É um mais comediante que o outro, kkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Paulo disse:

    O ‘se’ , ‘talvez’,’Estamos tentando’ e o ‘tenha paciência ‘, ‘dinheiro curto’ sao o que me fazendo NÃO aderir ao nação esmeraldina. Pagar o valor pra ver Bruno Henrique no ataque, Ygor no meio e Alex Alves na zaga… Não mesmo. Torço pro Goias desde quando nasci, e pretendo morrer torcendo, mas algumas coisas que não dá pra aceitar !

  6. Thiago disse:

    Não entendi. O Walter não é o reforço de peso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *