Foto: Globoesporte.com

Atlético-GO e Goiás protagonizaram um bom jogo bastante movimentado, com direito a várias oportunidades, belo gol de Tomas Bastos, que cobrou falta no ângulo e cinco expulsões. O Atlético aproveitou melhor as suas chances e venceu por 1 a 0.  Já classificado, o Alviverde atuou com alguns reservas, e o técnico Hélio dos Anjos continua sem vencer clássicos em 2018.

Mandante do clássico, e precisando do resultado para manter as chances de classificação o Atlético foi ligeiramente superior no primeiro tempo. Ambas as equipes tiveram chances de abrir o placar, Junior Viçosa de fora da área e Breno após ótimo passe de Michael criaram as melhores chances para o time esmeraldino na etapa inicial. Porém, antes do intervalo o rubro-negro de Campinas reagiu. Após cobrança de escanteio de Thomas Bastos, Rômulo cabeceia, e a bola explode no poste superior do Goiás, em contra-ataque Julio César sozinho na grande área finalizou cruzado e quase abre o placar para a equipe mandante.

Festival de cartões e contusão de Marcelo Rangel

Querendo aparecer mais que os atletas em campo e confuso nas suas decisões, o Arbitro Bruno Resende, mostrou quatro cartões em pouco mais de dois minutos foram amarelados Raphael Silva, João Afonso e Alex Silva pelo lado esmeraldino e Julio César do lado Atleticano, anteriormente Rômulo havia recebido cartão. Em jogada confusa na grande área após Marcelo Rangel e David Duarte se machucam em forte trombada na grande área do Goiás. Os dois ficam caídos e pior para o Goleiro, que teve de ser substituído por Paulo Henrique e preocupa para o duelo de quarta-feira pela Copa do Brasil diante do Coritiba no sul do país.

Expulsões e vitória Atleticana

Buscando resolver a partida o Atlético começou em cima e logo nos primeiros minutos teve duas boas chances de abrir o marcador a primeira com Cristhyan finaliza em cima do goleiro Paulinho após grande passe de Júlio César, com Diego Valderrama isolando o rebote. Em grande contra-ataque puxado por Cristhyan, Breno derruba o atacante rubro negro quase em cima da linha da grande área, na cobrança Thomas Bastos cobrou com categoria e abre o placar. Tentando reagir de imediato Goiás obrigou Kléver a intervir por duas vezes em cabeçadas de Junior Viçosa e Alex Silva, no restante da partida o Atlético tentava matar o jogo nos contra ataques e o Goiás mostrando os desfeitos ofensivos de sempre, e com Júnior Viçosa e Felipe Garcia apagados este último substituído por Eduardo Brock, não conseguiram levar perigo ao gol defendido por Kléver. Terminando assim a justa vitória Atleticana.

Continuando seu Show particular o arbitro Bruno Resende, continuou a distribuição de cartões ao atacado, desda feita não se contentou em apenas amarrar com a marcação de inúmeras faltas e distribuição de cartões amarelos, mostrou nada menos que cinco cartões vermelhos, Alex Silva pelo Goiás e Rômulo pelo Atlético foram expulsos de maneira equivocada após faltas normais de jogo, Léo Sena tentou agredir Élder Santana e também recebeu cartão vermelho, um confusão generalizada se formou após a expulsão de Léo Sena, os jogadores começam a discutir  na beirada do campo. Giovanni e Bruno Santos os mais exaltados também foram agraciados com o cartão vermelho, ainda foram amarelados Joanderson, Thomas Bastos e Diego Valderrama na equipe Atleticana e Breno pelo Goiás.

 

Tales Clemente
Tales Clemente
Debatedor de idéias com sensatez e descontração, corneteiro ferrenho da direção Esmeraldina, profissional da construção civil, casado, pai de duas filhas e apaixonado pelo GOIÁS de 1986.

21 Comentários

  1. Milene Endersen disse:

    Diego, voce tá falando com a atual comissão tecnica e jogadores, anota ai

  2. Milene Endersen disse:

    Vai Diego, e o que esperamos, mas com o time e comissão técnica atual não vai não jovem, pode me cobrar

  3. Diego Moreira disse:

    Resultado normal. Goiás vai brigar nas cabeças do início ao fim da série B, me cobrem.

  4. Milene Endersen disse:

    Tem dó HIago, passa amanhã ou depois de amanhã, aqui somos realistas, você acha que o time tá bom ? Que o Hélio ultrapassado é um bom técnico ? Todos aqui amigo torcemos e amamos nosso VERDÃO, o problema é que fomos iludidos e enganados na nossa paixão nos últimos anos, amargamos série B com risco e cair pra C, e um time com a nossa tradição e tamanho não podemos aceitar estar onde estamos, por isso é que eles da diretoria verde vão ter que nos provar que agora estão fazendo a coisa certa, terão que conquistar o nosso respeito e confiança novamente.

  5. Hiago disse:

    Aném gente, passa amanhã. Jogamos com um time praticamente reserva, aposto que se tivessem empatado estava todos zoando com os amiguinhos atleticanos que o time deles só empataram com nosso time reserva. Acertaram um lance de bola parada e só. Não estou dizendo que o time é ótimo, mais dos últimos anos é o melhorzinho, e vcs ficam sonhando com trazer aquele fulano e aquele siclano, que das duas uma, não quer jogar série B ou o salário e exorbitante. Não ganhamos os clássicos, e aí, todo ano perdemos jogos pros rivais, mais no fim do campeonato levamos o título, eles dão a vida contra o Goiás, na verdade se vc for ver, todos os times do campeonato fazem o jogo da vida contra o Goiás, assistam jogos desses times do interior contra o Cyla e verão a diferença de vontade e empenho dos caras. Mais no fim, na fase final agente sempre ganha. O time não é ótimo, mais se a torcida tirar a boca da corneta e a bunda do sofá e começar a apoiar um pouco mais, dá pra subir sim. Lógico que é evidente que precisamos de um zagueiro bom, pra ficar no lugar do David ou ser um reserva de qualidade, o que temos não convence, é outro Ferraz, só que careca. Já comentei isso neste portal, já que somos obrigados a aturar, léo sena e C. Eduardo devem ser obrigados a ficarem depois do treino ensaiando cruzamentos, finalizações, passes. Rafinha não jogou nada ainda, precisa ver o que acontece com ele, jogando bem vai ser muito importante na série B, Felipe Garcia parece estar com a cabeça bem longe do Goiás, ou entra na briga ou manda embora, camisa 9 deve ser do Lucão, chega de empurrar o Viçosa pra dentro do campo, ele só entra bem no segundo tempo, como titular não faz nada. Com o dinheiro do Goiás, eu tiraria o Michel Bastos do Patético, seria um camisa 10 excepcional para esse elenco na série B, resolveria nosso problema de armação, e ainda nos deixaria com Giovane, razoável, como reserva.

    • Carlos Antônio de Souza disse:

      A nem Hiago. . . três anos e a mesma historinha???

      Passa amanhã!!!

      Ruralzão não é base prá porra nenhuma!!!

      Quem perde clássicos no Ruralzão. . .

  6. CESAR PETRI disse:

    EDÉCIO, JÁ TÔ OUVINDO ZOEIRA DEMAIS AQUI NA SEGPLAN, APESAR DE TODOS AQUI SABEREM DA MINHA OPINIÃO SOBRE O ATUAL MOMENTO DO VERDÃO, COMANDO E COMISSÃO TÉCNICA, MAS COMO VOCÊ DISSE SE NÃO GANHAR O GOIANO CONTRA TIMES FRACOS COMO ESTES AI, VAI GANHAR DE QUEM ?

  7. Edecio disse:

    Mau pressagio, esse time que jogou nao é mto diferente do titular, nao acredito em zebra, e se nao tá ganhando classico nao vai ganhar o estadual. Será mto triste pq essa historia que regional nao vale nada é conversa de quem raramente ganha pra desmerecer a taça. Qualquer um que levar esse titulo, que nao seja o Verdao, dará mto valor fará mta festa e mta zoeira. Vai ser dificil aguentar…

  8. CESAR PETRI disse:

    BROTHERS VERDES, QUE SOEM FORTE AS CORNETAS

  9. CESAR PETRI disse:

    TIME E DIRETORIA FRACOS, AMADORES, ULTRAPASSADOS, E O QUE OS QUE ENTENDEM FALAM AQUI TODOS NOS DIAS, E PARA OS ” INTELIGENTES ” QUE OS DEFENDEM, EU LEMBRO QUE NÃO GANHAMOS NENHUM CLÁSSICO NO FRAQUISSIMO CAMPEONATO GOIANO, SÓ GANHAM DOS PEREBAS DOS PEREBAS, FORA CAMBADA DE INÚTEIS.

  10. Torcedor Pilhado disse:

    Só volto a confiar nas boas intenções desta diretoria se trouxer o Robson Gomes e o Guto Ferreira. Com esses que aí estão esqueça. Naquela época mandaram o Robson Gomes embora porque o salário dele era muito alto. Eu pergunto, o que vale mais, um milhão e duzentos por ano ou sessenta milhões por ano? Não tenho nada contra o Dany e um cara legal, mas não serve para o Goiás. Série B é força e entrega. Deixa eu explicar para o Léo Sena e para o Bolt. Entrega é garra viu pessoal.

  11. Carlos Antônio de Souza disse:

    A semelhança física do goleiro reserva Paulinho com o “paneleiro mor” é mera consciência??? Ou são parentes???

  12. Carlos Antônio de Souza disse:

    Esses FDPs dessa merda de diretoria não têm vergonha na cara!!!

    Esses incompetentes não sabem contratar jogadores e comissão técnica.

    Diretoria amadora!!! Três clássicos, duas tacas sofridas e um empate. . .

    Ataque cardíaco e treinador desequilibrado. . .

    O linguarudo Hélio escancarou a bocarra dizendo que não iria alimentar um potencial inimigo. . . e se fudeu!!!

    Idiota falastrão!!!

    O velho Hailê prefere manter a panelinha de amigos incompetentes.

    Agora só falta levar uma taca do Coritiba., e voltar para tentar ganhar o Ruralzão e continuar iludindo a torcida esmeraldina.

  13. Leone bento disse:

    Que técnico ruim escala time ruim meu empatar com Anapolina e perder pra esse time ruim do atlético meu e duro vai ser um ano de mais vergonha vai apanhar do Coritiba e vai ser de muito time não tem meia e o ataque e fraco e sem preparo mas pra eles tá bom todo mundo tá ganhando e recebendo perdeu dois clássicos tá normal eles acostumaram a perder mesmo tem três anos que só perdem são um bando de incompetentes eu já falei na mão de médico vai chegar a série c o Goiás acabou meu não medo em time algum qualquer um vem encara o goias

  14. Márcio Rosa disse:

    Corrigindo, apenas um ponto ganho em 9 disputados nos tre classicos.

  15. Márcio Rosa disse:

    Estive presente no estádio e concordo com os amigos. O time não passa confiança e o Hélio é muito brigão, um desequilibrado, e é claro que essas atitudes contaminam o time. O ataque é cardíaco, meu Deus do céu, como pode reunir tanta ruindade num ataque, onde nenhum atacante oferece perigo de gol. Mesmo os atacantes titulares estão devendo, precisamos de homem gol, precisamos de um técnico, mas não podemos esperar a décima rodada da série B. Srs HP e Harlei paneleiro, esse preparador físico não dá conta, o time morre no segundo tempo. Terceiro clássico, 9 pontos disputados e apenas 2 pontos ganho, algo está errado.

  16. Torcedor Pilhado disse:

    Palmas pra esse diretoria que adora passar vergonha!!! Sabe qual histórico do treinador que vai levar o Goiás pra série A em clássico? 2 DERROTAS E 1 EMPATE. TÁ NO CAMINHO CERTO COM DANY SERGIO E HELIO. QUARTA, TEM MAIS TORCEDOR!! MUITA INCOMPETÊNCIA TEM NOME “OS AMIGUINHOS DO HP”!!!! INTERESSANTE QUE O HELIO JÁ FEZ GRANDES TRABALHOS NO GOIÁS QUANDO PASSOU. AH LEMBREI! O TIME TINHA UM BAITA PROFISSIONAL NA PARTE FÍSICA NAQUELA ÉPOCA. QUE COISA EM???

  17. Jose Silva disse:

    Infelizmente assisti está pelada, Time reserva fraco, Felipe Garcia uma piada, João Afonso Lixo, Leo Sena muito limitado só toca para o lado e para traz. Gostei da derrota porque se empatasse estaria tudo normal no rei dos bobos alegres O Mandatário Hale e a cambada de trouxa babando ovo. Há só lembrando tá passando da hora do facão começando por Thiago machuca Luís, Rafinha mentiroso, Felipe Garcia volta para o Japão, E O velho ultrapassado Hélio dos anjos. Se não Serie B ou C em 2019.

  18. Gilberto Barros Vieira disse:

    Corrigindo, o Léo Sena não tentou agredir. Ele agrediu violentamente o adversário e merece ser punido com uns 05 jogos. O Goiás jogou com um jogador a menos enquanto estava em campo o Felipe Garcia. Jogador ruim, esconde do jogo, não tem movimentação. Viçosa nós conhecemos, Michael é aquele jogador não fede e não cheira, não faz gol, não dá assistência enfim ruim. Como eu sempre digo com todas as suas deficiências o Carlos Eduardo é o.melhor atacante do Goiás; meus amigos o Goiás é a cara do Hélio, time nervoso, recebe muitos cartão é totalmente desiquilíbrio como seu treinador que só sabe berrar a beira do campo.

    • Carlos Antônio de Souza disse:

      Concordo plenamente com você Gilberto. Pena que a diretoria do Verde pensa pequeno, e mantém esse falastrão no comando da equipe esmeraldina.

      O Hélio não passa tranquilidade para o time durante o jogo. Fala demais, gesticula muito, briga sempre com o juiz da partida., e isso provoca o descontrole emocional dos jogadores.

      Para subirmos da “B” para a “A” tem muita coisa para ser melhorada, e a troca do comando técnico é uma delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *