Goiás vence clássico no OBA.

Depois da frustrante desclassificação na Copa do Brasil, o Goiás voltou a campo pelo Campeonato Goiano, para enfrentar nada mais, nada menos que o Vila Nova, no OBA. Sem tempo para choradeira e lamentação, o Verdão se reorganiza para tentar manter um grupo equilibrado e fazer uma temporada produtiva. E nada melhor do que vencer nosso maior freguês! Com mais uma grande atuação de Michael e gol de Marlone, o Verdão bateu o Vila Nova por 1 x 0 e segue líder do Goianão.

O primeiro tempo foi bastante movimentado, uma vez que o treinador interino do adversário optou por mandar a campo o jovem e veloz Erick pelo lado esquerdo, obrigando a defesa esmeraldina a ficar mais atenta na marcação e exigindo maior participação dos laterais na marcação. Os colorados chegaram com perigo aos 12, aos 14 e aos 32, minutos, mas só conseguiram finalizar ao gol uma vez. Na última tentativa, Léo Sena ajudou a defesa, naquele que parecia ser o lance de maior perigo, em lance que envolveu jogada entre e Erick e Alan Mineiro dentro da área esmeraldina.

Mas mesmo jogando na casa do adversário, o Goiás não se intimidou. Aos 20, Michael fez boa jogada pela direita, após roubar a bola no maio e avançar ao ataque. O baixinho tocou para Marlone na área, que bateu cruzado e parou na defesa de Rafael Santos. Aos 36, Brenner tabelou com Michael na entrada da área e bateu de primeira, raspando a trave.

E de tanto insistir, o Goiás conseguiu abrir o placar. Aos 37, Michael faz grande jogada pela linha de fundo, do lado direito, driblou Neto Moura e cruzou na medida para Marlone subir entre os zagueiros do Vila Nova e cabecear para o fundo das redes, sem chance para o goleiro. 1X0 para o Verdão no OBA. A primeira etapa ficou nisso.

No retorno para o segundo tempo, o Goiás mostrou segurança e conseguiu controlar bem o jogo. Aos 13, Kevin recebeu a bola no ataque e bateu de fora da área, acertando a trave direita de Rafael Santos. Aos 28, Michael fez outra grande jogada pela direita, em contra-ataque, entrou na área e bateu cruzado, mas o goleiro fez grande defesa.

A partida foi se desenvolvendo no mesmo ritmo, com o Goiás tendo mais qualidade na articulação das jogadas e o adversário jogando na base da força, muitas vezes excessiva. Tanto que Gaston foi expulso aos 37, após levar o segundo amarelo. Aos 43, o Goiás carimbou a trave vilanovense mais uma vez, quando Geovane recebeu de Michael e chutou para o gol. A bola desviou na defesa e parou no travessão. Na sequência, o Goiás conseguiu segurar a pressão do adversário e não abdicou do ataque, controlando o jogo até o apito final. 1 x 0 para o Verdão em pleno Onésio!

O time esmeraldino ainda peca no quesito “pegada”. Alguns jogadores demoram a “entrar no jogo”, tais como Marlone e Brenner, que precisam acompanhar os lances com mais disposição e velocidade. Infelizmente, pode não ser a característica deles, mas isso prejudica o Goiás. Destaque para Michael, Léo Sena, Kevin, Marcelo Hermes e Geovane, que fizeram um grande jogo.

Com a eliminação na Copa do Brasil, só nos resta o Goianão. Nosso próximo desafio será no sábado de carnaval, contra o Grêmio, as 16h00, na Serrinha.

CAMPEONATO GOIANO – 2019 – 8ª rodada

Vila Nova 0 x 1 Goiás

Data: 24/02/2019. Horário: 17h Estádio: Onésio Brasileiro Alvarenga.

Arbitragem: Bruno Rezende, auxiliado por Fabrício Vilarinho e Christian Passos.

Gol: Marlone, aos 37 minutos do primeiro tempo, para o Goiás.

Cartões amarelos: Philipe Maia, Wellington Reis e Danilo, pelo Vila Nova. Brenner e Michael, para o Goiás.

Cartão vermelho: Gaston, do Vila Nova.

Público pagante: 6.641. Público presente: 7.677 Renda: R$ 110.680,00.

Goiás: Sidão; Kevin, Yago, Rafael Vaz e Marcelo Hermes; Geovane, Léo Sena (Gilberto), Renatinho (Marcinho) e Marlone; Michael e Brenner (Júnior Brandão). Treinador: Maurício Barbieri.

Vila Nova: Rafael Santos; Tiago Cametá, Wesley Matos, Philipe Maia e Gastón; Wellington Reis, Neto Moura, Alan Mineiro e Danilo (Michel Douglas); Rafael Silva (Elias) e Erick (Capixaba). Treinador: Márcio Dias.

  • As fotos são cortesia do fotógrafo Rosiron Rodrigues (Goiás Esporte Clube).

9 Comments

  1. Avatar Tim disse:

    O Estado de Goiás é o único lugar do mundo onde um periquito bate em um tigre.

  2. Avatar Junior Cipriota disse:

    Jogamos o suficiente pra vencer um freguês, mas temos muto que melhorar.

    Como sempre diz o Cesar Petri, camp goiano e laboratório e vamos saber usar, contratar não sentado no sofá e usando o celular, tem que ir a campo, pesquisar, ofertar e concretizar.

    A imprensa uruguaia enche a bola do Leandro Barcia, e o cara joga bem, mas não está tendo chance com o Barbieri, e eu também Petri penso que que ele tem que ter mais oportunidades, se não der certo vamos a campo diretoria, abram o cofre, chega de de avareza.

  3. Avatar luciano disse:

    Brenner com salário de 100 mil pode até estar ruim de finalização, mas hoje está muito na frente do Brandão, com inacreditáveis 120 mil de salários pagos pelo Goiás. Está precisando de mais treino para os 2.
    Estamos precisando de um centroavante top. Pode até pagar 200 a 250 mil. Mas tem que vir pra resolver.

    • Avatar CESAR PETRI disse:

      LEANDRO BARCIA TEM QUE SER TITULAR DO VERDÃO, COMBINA COM O ESTILO DE JOGO DO MICHAEL, ESPERO QUE O BARBIERI NÃO COMECE A COMETER O ERRO DE TODOS OS TREINADORES QUE COMEÇAM BEM, OU SEJA, QUERER INVENTAR.

  4. Eu acredito que Jr Brandão merece mais oportunidade, mas David Duarte deve ficar fora até renovar.

  5. Avatar Pericles disse:

    #SidãoNÃO

  6. Avatar Pedro disse:

    Tulio acorda…precisamos para ontem de um centroavante, um atacante pela esquerda e um camisa 10. Também precisamos de um zagueiro mais experiente e que não treme na série A e um lateral direito. Assim com essas peças vamos ter um campeonato tranquilo, sem sustos.

  7. Era pra ser 4 x0 . Mas não temos um matador e um 10. O MARLONE fraco , dorme em campo e esconde do jogo. Difícil saber quem é pior se
    é Brandão ou Brener.

  8. Avatar Márcio Rosa disse:

    Concordo Fritz, Marcelo Hermes ganhou a lateral, Léo Sena voltou a jogar bola esse ano e Geovani demonstrou o equilíbrio de sempre, Michael nem precisa dizer. Sidão muito atrapalhado nas saídas de bola, nervoso e alguém precisa dizer a ele que bola na pequena área é do arqueiro. Brenner não dá conta, fraquíssimo, Junior Brandão desengonçado e não dá nem para acreditar que o Goiás desembolsa R$ 170.000,00 mensal com ele, não consegue jogar seria A de jeito nenhum. É o que todo mundo fala aqui, precisamos só pra começar, um camisa 10, um centroavante, um atacante que jogue pela esquerda e um goleiro porque esse Sidão não passa confiança. Nossos três primeiros confrontos são pedreiras, fluminense fora, são Paulo em casa e Cruzeiro fora, não pode deixar pra contratar a hora que a série A começar. Senhores diretores, os cofres estão cheios, vá as compras, corra atrás, não fique só no Whatsapp esperando ofertas de refugo, campeonato goiano é um laboratório, mas muito distante tecnicamente da série A, estamos ansiosos por essas contratações. Uma boa semana a todos os esmeraldinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!