Que prevaleça a primeira impressão!


E a temporada começou para o Verdão. Pelo campeonato goiano, numa tarde de domingo, com sol escaldante, mais de 6 mil pessoas foram ao estádio Serra Dourada para prestigiar o clássico GO-GO (Goiânia x Goiás) e puderam ver de perto as novas caras do elenco esmeraldino, mais uma grande atuação do talentoso Michael, Léo Sena mostrando visão de jogo e disposição e Marlone se movimentando e com jeito de que vai se dar bem por aqui. O resultado disso, 3×0 para o Goiás e festa para os dois lados, uma vez que o Goiânia não jogava a Série A do estadual há bastante tempo.

E sobre esse último assunto, não poderia deixar de dar parabéns aos torcedores do “Galo Carijó”. Um show de simpatia e animação, que deveria servir de exemplos para todas as torcidas brasileiras. O clima foi leve e eles, mesmo diante de um clube “maior”, souberam apoiar o time e fazer a festa nas arquibancadas, apesar da derrota. Tomara que o Goiânia se firme na primeira divisão, pois seria bom ir aos estádios e conviver com pessoas que amam o futebol e saem de casa só pra torcer e festar. Parabéns aos alvinegros pela “charanga” animada.

A torcida esmeraldina também não ficou pra trás. Não tínhamos charanga, mas mostramos nossa irreverência e apoiamos. Tanto que após a partida foi legal ver o time se dirigir à arquibancada sul para saudar o bom público que se concentrou ali. Quem saiu feliz, além de Michael e Marlone, foi o goleiro Sidão, que teve seu nome gritado no final do segundo tempo. Que essas vibrações positivas contagiem o elenco.

O jogo não foi aquele primor de técnica, embora o Goiás tenha aplicado uma pequena “goleada”, mas ficou evidente que existe um time sendo construído e algumas peças sendo encaixadas. Talvez esse seja o grande desafio de Maurício Barbieri. Montar o time de forma que o talento dos atletas não seja sacrificado ou desperdiçado.

O Goiás terá que saber “poupar” e preservar seus atletas durante a temporada. Vem aí marcação mais forte em cima dos destaques. E temos que saber lidar com o “jogo sujo” das faltas mais violentas. Não vão deixar Michael sair impune dos gramados. Resta a ele e aos demais saberem escapar das “armadilhas” dos adversários mais desleais. Felizmente, o Goiânia foi humilde e leal em campo.

Não vou fazer análise individual dos jogadores, pois acredito que para o primeiro jogo oficial, naquele calor, ninguém comprometeu. Aliás, espero que não marquem outros jogos para as 11h00, como foi a partida entre Atlético x Goianésia. Outra crítica: não sei as condições do estádio de Iporá, mas vi que estão marcando jogos para as 15h30, talvez após o término do horário de verão. Se for problema de iluminação, é hora da Federação Goiana de Futebol dar uma força e ajudar o clube e a prefeitura local a resolver isso. Prejudica o bom futebol, além do conforto e segurança do torcedor, uma partida iniciada nesse horário e com a temperatura possivelmente próximo aos 40 graus.

Fica agora a expectativa para o jogo da próxima quinta-feira, em casa (na Serrinha). Creio que alguns até irão ao jogo pela curiosidade de ver como está ficando o estádio, mas isso também é válido. Aos poucos clube e torcida vão se reencontrar e trilhar no mesmo caminho.

ETERNAMENTE SEREI GOIÁS.

  • Foto: Rosiron Rodrigues | Goiás E.C.

1 Comment

  1. Avatar Sebastião Juniior disse:

    Saudações esmeraldinas!

    Considerando tratar-se do primeiro jogo podemos ficar um pouco aliviados. O rendimento do time foi satisfatório.

    Vamos agora aguardar a sequência de jogos para termos uma ideia mais definida desse elenco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!