Relembre os 6 principais defensores da história do verdão

A posição de goleiro pode ser bastante ingrata às vezes. É mais comum que os defensores entrem para a história como vilões que mocinhos, mas a verdade é que todo bom time começa por uma boa defesa. São muitos os goleiros nacionais e estrangeiros que marcaram a história do futebol, mas o que muitos ignoram é o quão difícil é defender às redes de um gol.

O goleiro é uma posição primordial no futebol, que parece ser o detentor do amor e do rancor da torcida na mesma medida, especialmente daqueles que são adeptos das apostas esportivas e sabem que qualquer gol pode fazer uma grande diferença na hora de dar seu palpite. Para os que não estão inseridos no universo das apostas, os jogos do Bodog voltado aos cassinos e sua área específica para apostas esportivas oferecem o espaço ideal para você apostar e, talvez, ganhar algum dinheiro inesperado. Uma dica, aqui, é sempre avaliar o histórico do goleiro do seu clubes antes de realizar seu lance.

Foi, então, pensando nas dificuldades que cercam a posição de goleiro que decidimos elaborar uma lista em homenagem a alguns dos defensores que deixaram sua marca na história do Goiás.

Harlei

Harlei foi um ídolo incontestável da torcida esmeraldina, sendo lembrado até hoje. O ex-goleiro defendeu as redes do clube goiano por mais de dez anos, período em que participou da incrível marca de 831 jogos. Esse histórico o tornou o jogador que mais vestiu a camisa do Goiás durante os 74 anos de história do clube.

Joel

Durante os primeiros anos de fundação do Goiás, um dos goleiros que mais se destacou foi o carismático Joel. Ele defendia o clube em um período em que os goleiros sequer usavam luvas. O ex-jogador participou de momentos decisivos dos primeiros anos do clube, como o Torneio da Morte, em 1965, e já no ano seguinte participou da conquista do primeiro título da história do clube esmeraldino no Campeonato Goiano.

Edson

Edson defendeu as redes do Goiás durante a década de 80 e, nesse período, escreveu seu nome na história do clube graças às suas grandes defesas. Uma de suas atuações mais marcantes em competições, aconteceu em 1983 durante o campeonato brasileiro, quando o time esmeraldino fez uma de suas campanhas mais marcantes em suas passagens pelo torneio, terminando na quinta colocação.

Eduardo

Eduardo se tornou famoso por fazer a alegria da torcida nos momentos em que ela mais sofre: durante as penalidades. Exímio defensor de pênaltis, ele atuou pelo Goiás de 1984 até o começo da década de 90. Foi defensor do esmeraldino durante a Copa do Brasil de 1990, em que o Goiás chegou até a final, e foi vice-campeão do torneio.

Amaurí

Além de presentear os torcedores com diversas alegrias e defesas, Amaurí foi o goleiro que, por mais tempo, defendeu as redes do Goiás sem levar gols. Isso ocorreu em outro momento histórico para o esmeraldino: na disputa do seu primeiro Campeonato Brasileiro, em 1973. Ao todo, Amaurí conseguiu ficar incríveis 640 minutos sem levar nenhum gol, o equivalente a seis rodadas do campeonato.

Kléber Guerra

A estreia de Kléber Guerra no elenco profissional do Goiás só ocorreu em 1988, no entanto, o jogador já atuava na categoria “Tampinha” do clube desde 1981. Durante seu período defendendo as redes esmeraldinas, conquistou feitos importantes junto ao time. Foi tricampeão goiano de 1989 a 1991, participou da Copa do Brasil de 1990, no qual o Goiás foi finalista, garantiu mais dois campeonatos estaduais em 1996 e 1997 e foi para a série A do Brasileirão em 1994.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!