Esmeraldino.com

O MAIOR PORTAL DE NOTÍCIAS DO GOIÁS ESPORTE CLUBE

Volta ou não? Governo Federal bate martelo sobre presença do público aos estádios em 2021

Foto: Divulgação Goiás

Em entrevista para o jornal Lance!, o presidente da República, Jair Bolsonaro, participou de um evento benficente, o Natal sem Fome, no estádio da Vila Belmiro na última segunda-feira e entre os assuntos foi questionado sobre a reabertura das praças esportivas para a volta do público nas partidas de futebol.

Na análise de Bolsonaro, que explicou que os estádios já poderiam ser ocupados em 30% de suas capacidades, conforme o parecer do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

“Opinião particular, não. Eu não sou cidadão e presidente, sou presidente 24 horas por dia”, diz o presidente da república ao ser questionado sobre o assunto.

Logo depois o presidente Jair Bolsonaro, completou a sua resposta: “Conversei com o ministro Pazuello, acho que há uns dois meses, e ele deu parecer favorável, àquela época, de 30% do estádio voltar a ser ocupado por torcedores. Não sei por que a CBF resolveu adiar essa decisão” disse.

Vale ressaltar que os estádios estão fechados para o público desde o começo da pandemia pelo novo coronavírus, que ocorreu no final do mês de março. De lá pra cá, à CBF tem feito reuniões semanais com os clubes para saber qual a melhor estratégia para a volta da torcida aos estádios.

2 thoughts on “Volta ou não? Governo Federal bate martelo sobre presença do público aos estádios em 2021

  • 30 de dezembro de 2020 em 21:47
    Permalink

    Governo Federal, 2 anos sem escândalo de corrupção.

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2020 em 15:15
    Permalink

    Tem muito a ser pensado sobre as praças esportivas nesta nova situação. Muitas novidades e muitas dúvidas, normal. Agora uma coisa é certa: desconsiderem qualquer ponto de vista deste presidente desqualificado.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.